No Curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta:

– Quantos rins nós temos?

– Quatro! – Responde o aluno.

– Quatro? – Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em destacar os erros dos alunos.

– Traga um feixe de capim, pois temos um asno na sala! – Ordena o professor a seu auxiliar.

– E para mim um cafezinho! – Replicou o aluno ao auxiliar do mestre.

O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala.

O aluno era, entretanto, Apparício Torelly ou Apporelly, mais conhecido como o Barão de Itararé.

Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre:

– O senhor me perguntou quantos rins nós temos... Nós temos quatro: dois meus e dois seus. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.

A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento! Às vezes as pessoas, por terem um pouco mais de conhecimento ou acreditarem que o tem, se acham no direito de subestimar os outros. Pobres arrogantes; diminuem para não se sentirem diminuídos.

Autor: Desconhecido
Enviada por: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.